Bully RPG
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Hall

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qua Nov 05, 2014 5:29 pm

- Mattheus!- ele exclamou, vendo a poeira dos escombros atrás de si levantar. Ele se virou imediatamente, encostando as mãos nas pedras do teto que haviam deixado a porta inútil e tampada.
Ele ouvia os gritos das pessoas no outro lado da quadra, na porta da frente.- Você está bem? Rápido, você precisa alcançar a porta da frente o quanto antes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qua Nov 05, 2014 5:44 pm

Mas, assim que Mattheus se virou, o resto do corredor desabou, tampando a outra saída. E ele percebeu que não saíria dali...
-Vá embora! -ele gritou para Tate, através dos escombros- Aproveite enquanto pode! Encontre Arya... e diga a ela que eu... -o rapaz engasgou, sufocando pela fumaça e pelo calor. Havia lágrimas em seus olhos claros, mas era difícil dizer se eram de desespero ou dor- Diga a ela obrigado... Diga que ela coloriu a vida em preto e branco de um homem louco...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qua Nov 05, 2014 6:01 pm

Ele ouviu o barulho de mais escombros caindo lá dentro, e imediatamente pode imaginar como a situação havia ficado...
Deu um soco nos escombros, como se isso fosse resolver alguma coisa.
Ele olhou os escombros, cada vez mais quentes, por alguns segundos...
E Tate estava atrás de Mattheus, então. No meio da fumaça e do calor, a imagem do loiro foi vista atrás do rapaz que chorava.
Mas não parecia exatamente com o Tate que Mattheus deveria ter se acostumado...


- Eu não precisava disso.- a voz dele soou séria. Sem a adrenalina de antes, sem nada. Como se ele tivesse saído de um teatrinho qualquer.- Diremos a verdade para Arya. Que você praticamente se matou. E, Mattheus...

Os olhos, repentinamente, vidrados de Tate, encobertos por anéis negros, se tornaram mais intensos. O brilho da chamas passando por eles. Seu rosto lembrando nos traços e pinturas definitivamente uma caveira fitou o rapaz à sua frente... mas ele não conseguiu sentir nada.

- Você não é louco.- disse Tate.- Os mortos andam livre por aqui.

E a imagem dele sumiu. Como se parecesse consumida pela fumaça que cada vez deixava coisas menos visíveis...
O fato era que Tate já não estava mais ali. Sequer estava perto do manicômio para onde tinha sido levado...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qua Nov 05, 2014 6:24 pm

Mattheus ergueu os olhos para a silhueta do rapaz que sumia, e abriu um arremedo de sorriso.
-Eu sabia...
E o fogo o consumiu...
Um dos loucos do sanatório, que se refugiara ali perto, pode ver que das chamas sairam duas figuras de mãos dadas... Uma menina de cabelos escuros, e um rapaz de cabelos enrolados.
-Enfim, meu irmão... -Evy disse, o abraçando- Acabou... Você ficará bem agora... Eu cuidarei de ti, para sempre.
-Mas... Arya...
-Ela está fora de seu alcance agora... Você não faz mais parte do mundo dela...
Uma lágrima rolou pelo rosto de Mattheus, e ele ergueu os olhos para o céu estrelado...
O mesmo céu que Arya, a quilômetros dali, contemplava, no terraço de um prédio abandonado, envolta em um cobertor puído.
A menina sentiu um calafrio percorrer sua espinha, e se enrolou mais na coberta. Havia um estranho aperto em seu peito, mas ela não sabia o porque...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qua Nov 05, 2014 6:46 pm

Não houveram passos no terraço. Não houve sequer nenhum barulho que denunciasse a presença de alguém ali, além de Arya...
Mas o fato é que havia sim alguém além dela.


- Então foi pra cá que você veio.- a voz de Tate soou. Bem atrás dela, logo na frente da entrada do terraço, olhando-a fixamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qui Nov 06, 2014 4:46 pm

Arya por muito pouco não infartou lindamente. Encarou Tate com os olhos arregalados, e começou a gaguejar:
-Como que...? Você estava... no sanatório... Porra, como você chegou aqui? E como me achou?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Qui Nov 06, 2014 8:30 pm

- É difícil dizer o que restou do sanatório.- Tate disse. A voz neutra, a expressão também, embora seus olhos negros parecessem intensos, brilhando na luz da lua, fitando Arya sem piscar...
Mas o fato foi que ele ficou segundos em silêncio. Talvez algo que completasse minuto. E enfim voltou a se manifestar:

- Mattheus mandou recordações.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 5:08 pm

Arya piscou, sem entender... Mas, alguma coisa lá no fundo gritava que havia algo muito errado... A menina engoliu em seco, e indagou:
-O que aconteceu? Mattheus está bem?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 5:56 pm


Ele engoliu em seco de forma que não era exatamente convencional, não tinha medo ou receio, apenas umedecia sílabas. E, na sombra da noite, quando Tate anunciou, não se poderia dizer se ele estava sorrindo ou não...

- Ele se matou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 6:22 pm

Naquele momento, pareceu que o mundo havia ficado muito frio... Arya não contestou, não perguntou como fora, não argumentou que era mentira... Uma lágrima escorreu por sua face, e depois outra, e outra. Ela não gritou, não deu piti, não soltou um único som... Seu luto foi em silêncio.
Mas, se sua voz pudesse se equiparar a sua dor, seu grito hipotético poderia ser ouvido por toda a cidade...
Arya sentou num cantinho, encolhida sob seu cobertor velho, e se amaldiçoou, se culpou,  se arrependeu... Acreditou que podia ter evitado aquilo se o tivesse levado consigo...
E aquele olhar... O último que Mattheus lhe dera... Cheio de rancor e tristeza. Arya tirou os óculos e fechou os olhos. E a música que eles costumavam cantar juntos soou em sua cabeça, um tributo solitário e infeliz...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 6:38 pm

Ele se aproximou dela com passos lentos, seus all-star batendo contra o chão sujo. Quando já estava perto o suficiente, talvez perto demais, olhando-a de frente, ele apenas inclinou a cabeça num olhar congelado.

- Sinto muito... sei que eram próximos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 6:43 pm

-Não, você não sente... - a voz dela não passava de um sussurro- Gente como você não sente nada, só finge... Sabe, invejo isso... -ela se encolheu ainda mais... Parecia uma criança abandonada- Eu queria poder não sentir nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 6:51 pm

- Eu sinto sim.- ele disse. O fato era que a voz dele não tinha muita certeza, na verdade. Ele desviou o olhar, apertando os punhos levemente. O olhar dele era triste. Mas não se poderia dizer se ele realmente estava.- Eu sinto coisas. Por poucas pessoas, mas sinto. Você não precisa invejar. - ele limpou algo com o ombro em sua bochecha - não se poderia dizer que era uma lágrima, afinal, seus olhos não estavam marejados.- Você já é uma boa pessoa... sabe, Mattheus também era... mas a culpa não foi minha, eu acho...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 7:12 pm

-Tanto faz... -ela retrucou, erguendo a cabeça- Nada vai mudar o fato que ele está morto.
Seus olhos azuis buscaram conforto na imensidão estrelada lá em cima... Mas não havia consolo algum.
-Talvez, agora ele possa ter um pouco de paz... Não haverá mais tortura, ou seções de Barney, ou montes de remédios...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 7:19 pm

- Você tem razão.- ele disse.- Ele está em lugar melhor, longe de todas essas coisas imundas. Logo ele terá mais companhia... de pessoas boas ao lado dele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 7:27 pm

Arya o encarou por um breve momento, mas nada em sua expressão denunciou o que ela estava pensando...
-Você não disse como me achou aqui... E o porque de ter vindo me procurar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 7:32 pm

- Precisava te contar, não precisava?- ele se afastou dela. Na verdade, deu passos para trás, sem deixar de fitá-la.- Acho que pessoas sentem sua falta. Não só como Mattheus morreu sentindo, como pessoas em Bullworth também. Logo você vai saber onde me encontrar também. Talvez amanha de manhã.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 7:49 pm

-Não há ninguém que sinta minha falta mais, ou que precise de mim. Nem na Academia ou em lugar algum. -ela fechou os olhos. Nada importava mais, agora que seu melhor e único amigo se fora...
Sob um céu pontilhado de estrelas, ela adormeceu. E nem percebeu quando um rapaz de cabelos ondulados apareceu do nada, lhe deu um beijo na face, e sumiu...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sex Nov 07, 2014 8:00 pm

Ele sumiu. Desapareceu tão rápido nas sombras quanto o outro rapaz surgiu.
E, quando Tate se viu, estava em seu quarto. Embora estivesse trancado, ele estava dentro. Simplesmente ali.
Não pareciam ter vasculhado nada. Limparam o sangue. Os corpos. Pararam a música.
Mas não mexeram em mais nada.
A primeira coisa que ele fez foi voltar a colocar algo para tocar.


Em seguida, se abaixou. Rastejou as mãos pelo carpete até debaixo da cama. Duas shotguns vieram puxadas pelas mãos dele, e eles as colocou em cima da cama.
Debaixo de sua gaveta de roupas íntimas, ele tirou uma metralhadora. Literalmente uma. Preta, pequena, mas que parecia ter uma potência enorme.
A seguir, ele se olhou ao redor...
Duas horas até amanhecer. Três até tocar o sinal das aulas.
Ele iria pelos corredores até as salas. Depois, a cantina. E depois o campo...
Mas antes, ele puxou algo que parecia uma bolsa preta simples, como um estojo.
Ele retirou um delineador que parecia em gel, preto, um pincel.
Nada mais. Ele se olhou no espelho de sua cômoda e puxou uma cadeira para se sentar em frente a ele.
E iniciou desenhos em seu rosto...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sab Nov 08, 2014 7:59 pm

Arya teve um sonho estranho...
Sonhou que estava em um balanço, sendo empurrada por alguém que ela não conseguia ver... Mas a voz ela reconhecia bem...
-Você precisa ir... Vai acontecer mais uma tragédia, e só você pode evitar.
-Mattheus...? Mas você... -ela queria virar o pescoço, mas o balanço ia cada vez mais alto, e ela teve medo de cair.
-Estou morto... sim. Lamentavelmente. Mas você está viva. E precisa fazer o que você faz de melhor: ajudar os outros...
De repente, ela não estava mais no balanço. Se encontrava de pé sobre um gramado, e pode enfim se virar... E Mattheus sorriu para ela...


-Vá, Arya. Agora.
A nerd despertou num pulo... Ela não soube como ou porque, mas sabia exatamente o que ia acontecer.. Quando se deu conta, já havia deixado o terraço daquele prédio abandonado, e corria para pegar um táxi. Não tinha um centavo no bolso, mas o cartão de crédito a salvou.. E, enquanto o veiculo cruzava a cidade, Arya comprovou a falta de bateria de seu celular.. E, enquanto xingava alguns palavrões silenciosos, apanhou a tablet que escondera no fundo da mochila, e contatou Steve.
Seu amigo nerd estava fazendo o que lhe era habitual: jogando LOL de madrugada.
Muito propício.
Com algumas mensagens, Arya avisou de um pretenso ataque, e pediu para que todos fossem colocados em alerta. Por fim, pediu para que Steve mandasse algumas mensagens falsas, tirando Tim e Melissa da Academia com algum pretexto...
O dia já havia amanhecido quando Arya chegou nos portões da escola, e correu para a sala que ela podia apostar que seria a primeira a ser atacada: a sua... Entrou como um furacão, sentando-se em seu lugar, enquanto todos a olhavam como se ela fosse uma et: Os cabelos bagunçados, o rosto inchado, a roupa toda amarrotada...´Além do fato de estar sumida durante semanas.
-Onde está seu uniforme, senhorita White? -ela ouviu o professor perguntar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Sab Nov 08, 2014 9:27 pm


Os primeiros raios de sol já marcavam o céu cinza lá fora quando o despertador de Tate tocou...
Uma música extremamente barulhenta. Talvez até com ritmo indecifrável. Algum tipo de metal realmente pesado, onde só se ouviam gritos grotescos sem dizeres nenhum.
Ele bateu a mão contra o botão de desligar, com força, o que fez o aparelho ir ao chão, apagando seu neon em números lentamente.
Ele suspirou. Seu rosto estava completamente pintado. Ele lembraria uma caveira, a mandíbula desenhada por completo sobre sua boca e bochechas, o nariz encoberto de preto, assim como seus olhos, envoltos em anéis grossos e linhas de expressões... furiosas. Sérias.
Em seu pescoço, o aspecto de uma espinha dorsal, envolta de vários desenhos que ninguém entenderia muito bem o significado além dele.
O cabelo dele estava ungido com gel, completamente para trás, penteado como se ele fosse para uma ocasião definitivamente importante...
Tate fungou.
Sentou-se sobre uma cadeira que rangeu na frente da escrivaninha, e espalhou um pó braco por cima de uma superfície de vidro. Com um cartão de crédito que ele havia arranjado sabe-se lá da onde - e que não continha o nome dele -, ele repartiu a sustância branca em fileiras. Com um filtro em forma de cilindro, ele aspirou cocaína. As quatro fileiras, sem nenhuma pausa. Largou o filtro no chão, fez um esgar, seu nariz começando a irritar.


Levantou-se, então. A blusa que ele estava era preta, de mangas compridas, colada ao corpo. Ele vestiu um moletom preto com capuz, fechou o zíper, fungou de novo.
Pegou a simples 9mm, puxou a trava e guardou no bolso do casaco.
Sentou-se de volta sobre a cama e pôs a shotgun sobre seu colo.
Encheu-a de grandes balas pintadas de vermelho que ele tinha retirado de dentro da última gaveta que sua cômoda.
A shotgun ele prendeu na lateral abaixo de seu ombro, e vestiu um longo sobretudo que ia até abaixo de seu joelho, preto que estava sobre a cama, escondendo a arma por completo.
Por fim, ele pegou a metralhadora. Essa ele não escondeu. Apenas a segurou por debaixo da barra do sobretudo, camuflando-a.
Suspirou, se olhou no espero... e por mais que ele estivesse daquela forma, seu reflexo lhe via limpo. O rosto limpo, embora os olhos estivessem definitivamente vermelhos.
A consciência dele o deixou aos poucos... logo depois que ele fungou uma última e só conseguiu pensar que Estava preparado para a nobre guerra.




---------------------normal people scares me---------------------



As botas pesadas de Tate machucaram o piso do corredor quando ele deixou seu próprio quarto para trás.
Ecoando em estrépitos graves, elas desceram as escadas, passearam pelo pátio quase vazio. Havia um ou dois caras com jaquetas pretas por ali; greasers. Eles se entreolharam, apontando com sutilidade para o rosto de Tate. Desenhado.
Alguns riram, outros deram um passo atrás. Mas Tate não se importou.
Do pátio ele entrou por uma porta dupla que dava direto no início do corredor da escola. Estava vazio. As aulas já tinham começado, afinal.
Ele andou passou por duas salas. Elas não eram seu destino agora.
Na terceira, ele entrou direto.


Viu os alunos, que antes escreviam sem muita emoção, levantarem a cabeça para visá-lo. Alguns se assustaram. A maioria apenas franziu o cenho.
Tate viu Arya. Com as roupas da noite passada. Tão acabada quanto antes. Talvez ela tivesse feito algo. Talvez ela realmente tivesse entendido bem a mensagem que ele deixara a ela.
Quando a olhou, ele a expressão dele deduzida apenas pela maquiagem que tinha traços sérios e furiosos, se alterou minimamente...
Não foi ela. Era o que estava atrás dela.
Ele mesmo.
Com um suéter verde e velho que geralmente costumava usar... aliás, tinha usado ele na madrugada, enquanto falava com Arya, enquanto Mattheus morria.
Mas seus cabelos estavam molhados, para trás, tal como estavam naquele momento.
Mas sem maquiagem, seu rosto. E sim, coberto de sangue... muito sangue...
Tate olhava para ele mesmo completamente ensanguentando e sério...
Talvez aquilo dissesse algo a ele que ele já sabia...



Tudo bem.

A professora, sentada em sua mesa na frente da turma, que visou Tate com a cabeça inclinada e o cenho franzido como se olhasse uma criança espalhando a areia da caixa do parque.

- ... Posso ajudar você?- ela indagou num tom ensaiado de confusão e repúdio.

- Você acredita em Deus?

A professora exitou, ainda sem entender.

-... Sim.

- Diga a Ele que eu mandei um oi.

A metralhadora nas mãos dele se fez visível. E, não a areia da caixa do parque, mas os miolos da cabeça da professora; estes sim foram espalhados, manchando as paredes e a lousa atrás dela.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Dom Nov 16, 2014 10:12 am

Quando Tate entrou na sala, Arya lançou um olhar para Steve, que estava sentado no fundo da sala. Este acenou a cabeça afirmativamente, e tirou algo de dentro da mochila... Mas não deu tempo de salvar a professora...
Na hora em que o corpo dela caia no chão, uma série de estampidos foram ouvidos, e logo a sala se encheu de uma fumaça espessa e de uma gritaria infernal. Enquanto os alunos fugiam e antes que Tate pudesse fazer alguma coisa, ele pode sentir alguém se jogar em cima dele, atirando-o ao chão. A metralhadora deslizou para longe, e quando o rapaz se deu conta, Arya estava em cima dele, dando-lhe repetidos socos e gritando:
-PORQUE?!!! Eu achava que você só era meio deprimido, aquele tipo de pessoa que é atraída pelo obscuro... MAS VOCÊ É O OBSCURO, TATE!! Você é a maldade em pessoa... Mas eu não vou deixar você ferir mais ninguém... nunca mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Dom Nov 16, 2014 11:39 am

Ele viu a fumaça se alastrar pela sala à medida que o sangue do corpo da professora manchava a cerâmica do chão. As cadeiras rangeram, outras caíram e outras simplesmente foram jogadas enquanto os alunos se empurravam para tentar correr, sair, se salvar.
Alguns conseguiram... apenas enquanto Tate engatilhava a metralhadora.
Um garoto com um casaco do time foi atingindo em seu rosto, e caiu morto na mesma hora aos pés de Tate. Duas meninas foram atingidas no peito já na saída da sala, e ajoelharam-se no corredor, sentindo a dor da morte e chorando por isso. Um garoto robusto com suéter verde teve o olho explodido por uma bala, e ele morreu próximo as cadeiras. E foi quando Tate mirou em Steve... ele ainda podia vê-lo no balançar da cortina de fumaça.
Sem que Tate pudess perceber graças a fumaça e sua agitação, Arya se jogou em cima dele, mas a bala já tinha sido lançada. Acertara ou não, ele não saberia dizer...
Tate ouviu a gritaria ao longe, as salas sendo alertadas pelo desespero.
E logo depois recebeu socos. Em seu peito, em seu rosto, em seus cabelos úmidos de gel. A metralhadora estava longe, tinha escorregado pelo sangue até parar fora da sala. Ele a ouvia. Ouvia ela gritar em cima de si, em desespero, por mais que não tivesse sido atingida.
Ele parou os braços dela, segurando-a pelos pulsos, tentando mantê-la assim. E encarou-a com olhos dilatados, que só pareciam mais assustadores com aquela maquiagem...
Na verdade, ele que estava assustado.

- Eu sou...- a voz dele soou, embargada, no meio de tudo o que acontecia lá fora.- O obscuro?

E então a expressão dele se perdeu em desespero.

- Mas por que... por que.... POR QUE VOCÊ ESTÁ AQUI?!!! - ele gritou. Gritou como nunca tinha gritado, num desespero que se assemelhava às suas próprias vítimas; o aperto nos pulsos dela se tornando mais forte, o suficiente para marcar.- VOCÊ NÃO DEVIA... DEVIA ESTAR LONGE! EU NÃO QUERO MACHUCAR VOCÊ!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arya White
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 335
Dollars : 82
Data de inscrição : 04/07/2014

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Dom Nov 16, 2014 1:30 pm

-VOCÊ JÁ ME MACHUCOU!!! E muito!!! Tudo o que você fez desde que chegou aqui foi me ferir de todas as formas possíveis!!
Os pulsos dela começaram a ficar vermelhos e a doer, e ela tentou se livrar do aperto dele, sem sucesso.
-Você quer continuar a sua chacina? Então vai ter que passar por mim. -ela estufou o peito, e ergueu a cabeça, tentando parecer muito segura, embora lágrimas marcassem sua face. Olhou em volta, enquanto a fumaça se dissipava, visando os mortos... Entre os caídos, pode ver Steve, mas não conseguiu identificar se estava morto ou apenas ferido- Terá que matar se quiser sair daqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tate Langdon
Aluno(a)
avatar

Mensagens : 325
Dollars : 107
Data de inscrição : 20/09/2014
Localização : "Procure"

Ficha do personagem
HP:
150/150  (150/150)

MensagemAssunto: Re: Hall    Dom Nov 16, 2014 1:54 pm

- Não... não, não, não era pra ser assim! Não quero... não quero ferir você...

Ele soltou as mãos dela. Por um momento, pareceu que Tate ficaria assim... até que alguém chegasse. Até que um superior chegasse e prendesse suas próprias mãos com algemas.
Mas não foi isso que aconteceu.
Seus dedos escorregaram pelo sobretudo. Cada mão foi para um bolso diferente.
Dentro de um, ele puxou algo preto pela metade, não se saberia realmente o que era... mas parecia uma espécie de caule.
E do outro bolso ele tirou o revólver de 9mm que estava ali o tempo todo. Engatilhou, olhando nos olhos de Arya.

- Mas... eu vou ter que fazer isso... eu vou ter que te ferir, Arya...

O cano frio do revólver encostou no queixo de Arya. E, nas mãos dela, Tate colocou uma rosa. Uma rosa negra.

- Eu tinha pintado de preto pra você no primeiro dia que te vi... mas, não importa o quanto você tente... eu vou ser sempre de vidro. E estou quebrado, Arya.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hall    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hall
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 8 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Hall de Entrada e Sala de Estar
» Hall da Entrada
» Hall e Sala de Estar
» Bar do Exame Chuunin 2013 (Eden Hall)
» Castelo negro - Hall de entrada

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Bullworth Academy :: Interior da academia :: Hall de Entrada-
Ir para: